O que a sociedade espera de mim?

e481621108feeed325d71f4328fc4caf

Nasci para “Ser alguém” e parece que esse ‘alguém‘ estava longe de ser a “FIAMA” que sou. Já na barriga da minha mãe, minha família e os amigos dela faziam vários planos sobre como eu seria, como eu agiria, a minha religião entre outras previsões sobre o meu futuro. Aos poucos, eles foram ditando minhas comidas, músicas preferidas, as amizades boas e as amizades ruins, o melhor curso a se fazer e até a profissão a se seguir. Eles tentam decidir se meus namoros são saudáveis, se minhas atitudes são corretas e tudo mais.

Eu nunca fui muito de me encaixar em padrões. Mas me surpreendo como me assusto e até mesmo me decepciono quando não cumpro o cronograma de vida padrão imposto pela sociedade.  Me lembro como fiquei apavorada por não ter passado no vestibular “de primeira”. Os pensamentos ruins começaram a me invadir, sem pedir licença, me atropelando e tirando todas as minhas forças. Fiquei mal por um bom tempo, mesmo sabendo que havia feito o meu melhor.

Segunda tentativa, fiz meu segundo enem, e graças a Deus tudo deu certo. Passei na faculdade que eu, e minha família, queríamos e no curso que eu, e minha família, queríamos. Tudo parecia correr bem, eu trabalhava e estudava, fazia inglês e academia. Perfeito, né? Não, estava longe de ser. Eu chorava de manhã, a tarde e a noite, lágrimas e mais lágrimas, além de sempre estar doente. O que parecia ser a vida perfeita para muitos, para mim era só sofrimento. Eu não tinha tempo para nada. Não saia, não encontrava com meus amigos, não conseguia dormir mais que 4 horas por noite, tudo se resumia a uma imensa pressão social.

Não queria largar o emprego, que eu odiava mais que tudo, para não magoar a minha família. Não queria trancar a faculdade para não me decepcionar e para não ter que encarar as críticas da minha família. O inglês e academia eram o que me faziam bem, além da escrita, eram as únicas coisas que me tiravam dessa realidade frustrante. Para sair dessa fase ruim que durou oito meses tive que ficar doente, afinal, quando a gente não fala, o nosso corpo fala por nós.

Graças a Deus, me recuperei bem. Mas não posso falar que já aprendi a lição de que “A vida é minha e eu tomo as decisões pensando em mim, pois é em mim que as consequências caem!”. Infelizmente não sou madura a este ponto. Tenho tentado ponderar muita coisa, mas mesmo assim, ainda me pego pensando no que as pessoas vão pensar..

Se eu tenho uma dica para você? Seja sempre você mesmo, aja segundo seu coração, pois é apensas isso que importa na SUA vida. ❤

Já contei aqui que o blog Hello! tem um cantinho no facebook – um grupo de divulgação ( que está crescendo cada vez mais e estou muito feliz com isso ) Este post faz parte da nossa blogagem coletiva.  A proposta é que cada blogueira escreva um post sobre Cobranças da Sociedade.

Beijos, beijos.

12 comentários sobre “O que a sociedade espera de mim?

  1. lorisvieira19 disse:

    Amiga, você é simplesmente perfeita nos seus textos, parabéns!! Fico feliz que você deu a volta por cima e não desistiu dos seus sonhos e das suas metas. Não deixe nunca que alguém dite o que você tem que fazer, você é dona da sua vida e tem livre arbítrio para escolher aquilo que te faz feliz! Beijos ❤

    Curtir

    • fiamavsa disse:

      owwwnt!!! Que bonitinho e fofo seu comentário, amiga! Obrigada pelo carinho e apoio. Sei que posso sempre contar com você e nunca esquecer: seremos ryycas, dyyvas e famosas!!! Amém! Obrigada pelo comentário, beijos

      Curtir

  2. Sabrina Galdino disse:

    Fi! Escreve um livro logo, seu post além de ser excelente, resumiu um pouco de mim, me identifiquei muito!
    Temos que preparar a nossa cabeça, treiná-la a pensar: que a vida é sua, ninguém tem nada a ver com suas escolhas, nem deve cobrá-las se, é de maior ainda nem se fala, mas sabendo que toda decisão tem sua consequência!
    Ser você mesmo, focar no que mais gosta é o caminho!

    http://www.faseseestacoes.com.br

    Curtir

    • fiamavsa disse:

      Ai, Sa, quem dera se fosse fácil! haha Meu sonho escrever, mas já me sinto bem realizada em ter pessoas tão lindas, fofas, inteligentes e carinhosas como você por aqui, pertinho de mim e me elogiando! Isso é realmente muito importante para mim. Sou e sempre serei eternamente grata! Beijos

      Curtir

  3. Marcio disse:

    Tudo tem o seu tempo certo. As vezes falhamos, mas por não estarmos prontos para aquele que seria o objetivo almejado. Uns amadurecem mais rápido, outros nem tanto. A frustração de não conseguir, faz parte do processo de amadurecimento para conquistar na segunda tentativa, ou terceira..por ai vai. Frustrações fazem parte da vida, única coisa que não pode fazer parte é DESISTIR!!!

    Curtir

    • fiamavsa disse:

      “Tudo seu tempo certo” Pode até parecer piegas, mas é exatamente assim. Muito obrigada por ter provocado sentimentos “confusos” com esse comentário. E que desistir não faça parte das nossas escolhas, NUNCA. Obrigada, chatinho! beijos

      Curtir

Hello, gostou do post? Então deixe aqui seu comentário. Beijos

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s