Ser quem eu sou . . .

Eu hoje acordei com vontade de ser “mais eu” … Antes mesmo de levantar da cama, já havia dito para mim mesma: hoje eu quero ser apenas quem eu realmente sou.

Demorei muito a perceber o tanto que as imposições sociais, os padrões ditados pela mídia e a opinião alheia estavam me moldando e sufocando. E no meio dessa confusão toda eu já havia me perdido de mim. Me perdido de quem eu sou de verdade.

Eu sou a neta, a filha, a irmã, a estudante, a amiga, a parceira, a companheira, a “blogueira”, a trabalhadora . . . Desempenhar esses papéis é ser quem eu sou? Essa pergunta ficou dando eco na minha cabeça.

Fechei os olhos com bastante força, queria apagar esses pensamentos. Não dá para acreditar que em algum momento da vida eu, logo eu, deixei de ser autentica para agradar aos outros.

Não conseguia dormir novamente. Estava parada olhando para o teto do meu quarto e analisando minhas escolhas  e minhas atitudes até então.

Mas foi bom, sabe? Depois de tanto refletir, eu acordei disposta a assumir quem eu sou, a aceitar a minha história e a minha realidade.

 

Anúncios

Hello, gostou do post? Então deixe aqui seu comentário. Beijos

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s