Dicas para quem vai começar a faculdade de Direito

Hello, people!!

decooor

 

Dizem que dica de veterana no curso de Direito vale ouro, né? haha Então, vou deixar dicas para vocês se saírem bem desde o primeiro período do curso ❤ Dica da veterana do 9º período de Direito da UFOP!!

P.S: Se precisarem de qualquer coisa é só me mandar aqui nos comentários que farei o possível para ajudar! =D

Administre o seu tempo


Não é de grande utilidade sair fazendo tudo o que tiver pela frente. É importante organizar-se e estabelecer um tempo máximo para cada tarefa e trabalho que você tiver. Se não, você pode passar tempo demais em alguma matéria e esquecer das outras.

Situação financeira


É importante ter um plano financeiro de como você vai se manter enquanto estiver na faculdade. Seja porque você teve que mudar de cidade, ou porque você está em uma instituição particular, ou os dois ao mesmo tempo. Não deixe esses problemas afetarem você durante o curso. Por isso, decida bem qual faculdade, onde fazer e como arcar com as despesas com antecedência.

Entenda o básico do Direito


Há diversas técnicas que você tem que aprender ao longo dos cursos universitários e, quanto antes você aprender, melhor. Com Direito, não é diferente. Por exemplo, escrever nas provas nunca é de menos. Pense que você é um argumentador por definição. Portanto, pode ser até que você não saiba muito bem sobre o assunto, mas se você argumentar bem, o professor vai considerar isso na resposta. Aprenda os truques.

 Livros indicados a um calouro

 – O Caso dos Exploradores de Caverna, de Lon L. Fuller

Sinopse: Pretende-se com a leitura da presente obra aguçar a curiosidade dos acadêmicos que adentram à Universidade, inaugurando-os no pensamento jurídico, levando-os, gradativamente, à formação de uma consciência crítica, a partir do contato com os mais atraentes temas da Ciência do Direito suscitados pela obra “O Caso dos Exploradores de Cavernas.”

– O Caso dos Denunciantes Invejosos, de Dimitri Dimoulis

Sinopse: Durante uma ditadura, muitas pessoas denunciaram seus inimigos por delitos de pouca gravidade. De acordo com o direito em vigor naquele período, os denunciados foram processados e condenados à pena de morte. Os denunciantes podem ser responsabilizados por estas condenações após a restauração da democracia? Este é O Caso dos Denunciantes Invejosos elaborado pelo filósofo do direito Lon Fuller, que ficou conhecido como autor d´O Caso dos Exploradores de Cavernas. O texto permite retomar a antiga polêmica sobre a validade e a moralidade do direito. O que acontece quando uma norma jurídica se revela injusta? O que deve fazer o juiz quando a aplicação das leis leva a resultados inaceitáveis? Para responder estas questões não existem receitas prontas. O Caso dos Denunciantes Invejosos introduz o leitor no debate teórico e filosófico sobre a relação entre direito, justiça e moral e convida-o a elaborar sua própria solução. O livro inclui as cinco propostas de solução d´O Caso dos Denunciantes Invejosos elaboradas por Lon Fuller. Dimitri Dimoulis redigiu uma ampla introdução e acrescentou cinco novas opiniões sobre o caso.

– A Cidade Antiga, de Fustel de Coulanges

Sinopse: “A Cidade Antiga” é uma obra-prima e um dos clássicos da historiografia moderna. Aborda, com rigor científico e com base em farta documentação, o nascimento e a evolução da cidade-estado, suas instituições jurídicas, familiares políticas.

– Vade Mecum

Sinopse: Vade mecum significa vem comigo; vai comigo. Vade mecum é um livro para referências, muito usado na área de ciências jurídicas. Vade mecum é um manual de uso prático, que os leitores utilizam para consultas e dúvidas. Nas ciências jurídicas, o vade mecum é essencial para consultar as obras básicas, como a Constituição Federal, Código das Leis Trabalhistas e outros. O vade mecum pode ser tanto genérico, trazendo diversos códigos e leis gerais, como pode ser especializado em uma área específica do Direito, que podem ser consultados em diversos tipos de mídia, como celulares, computadores e etc.

– Dicionário Jurídico

Dicionário Jurídico Universitário, de Maria Helena Diniz

Sinopse:Este dicionário abrange todas as áreas do conhecimento jurídico, apresentando as expressões latinas, os brocardos jurídicos, as locuções estrangeiras e os termos mais utilizados no meio jurídico. Os acadêmicos do direito encontrarão nesta obra, que traz apenas os verbetes essenciais, facilidade de pesquisa e linguagem objetiva.

Dicionário Jurídico, de Deocleciano Torrier Guimarães

Sinopse:”Dicionário Jurídico” foi especialmente desenvolvido para estudantes e demais estudiosos do Direito. Fácil de manusear, este dicionário é enriquecido com verbetes atualizados.

Espero que tenham gostado dessas dicas!! Beijos, beijos

 

Anúncios

Hello, gostou do post? Então deixe aqui seu comentário. Beijos

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s