O que você quer ser quando crescer?

faculdade

Desde pequenos somos instigados a responder aquela velha interrogação: “O que você quer ser quando crescer?”. Na escola, em casa, nas brincadeiras… Eu me lembro de ter sido questionada várias vezes e, em muitas delas, eu mal sabia  “a hora em que eu estava com fome” –  ditado da minha vó, só para descontrair um pouco.

Algumas crianças mais espertinhas já criaram suas frases de efeito e colocam um grande sorriso no rosto para simplesmente responderem super empolgados: EU QUERO SER GRANDE! ou EU QUERO SER RICO! Não vou julgá-los não, talvez eles tenham mais certeza dessa resposta que eu mesma! E não acho que eles estejam errados, afinal a grandeza e a riqueza de espírito são o resultado de quem tem sucesso!

Na verdade, eu gostaria mesmo que refletíssemos sobre como fomos criados com essa expectativa de “ser alguém na vida” , por uma busca incansável de estar em um outro patamar superior ao do momento presente, como se o que somos não fosse o suficiente, ou especial. Já parou para pensar que quando um bebê nasce você fica todo bobo exaltando aquele milagre da vida, mas que quando esse bebê cresce você se esquece “do tal milagre” e passa a considera-lo apenas mais um na multidão?

É dessa forma, sem ter noção nenhuma do que significa “ser alguém na vida” que passamos a almejar aquilo que mais nos causa admiração: professoras, veterinárias, astronautas, bailarinas, artistas, etc.

O grande problema é que diante de tantos sonhos e possibilidades, temos pouco útil de maturidade pra decidir qual profissão realmente nos motiva a levantar cedo todas as manhãs e batalhar, eis que é logo no fim de nossa adolescência – momento em que a maioria se responsabiliza apenas em passar de ano na escola e cuidar do irmão mais novo – que temos que suportar a pesadíssima carga de decidir algo tão crucial.

Escolher o que vai ser quando crescer requer mais do que admiração. A sua profissão certamente ocupará mais do seu tempo do que sua família, pais, amigos e marido, eis que você provavelmente passará mais tempo em seu local de trabalho do que em casa.

Decidir “de que” você será doutor, será a sua maior realização ou frustração, e por isso requer uma boa dose de cautela, paixão e principalmente aspiração.

Deve ser por isso que somos questionados desde que aprendemos o bê-a-bá sobre o que seremos: pra ter tempo de selecionar nossas paixões. Sim, eu disse mesmo: PAIXÕES.

O amor no que se faz remove a carga pesada do dia-a-dia, traz felicidade e não apenas grana, faz da sua casa um lar e te traz ânimo, afinal, como diz aquele velho ditado: Seja um profissional daquilo que gosta e não terá que trabalhar um único dia na sua vida.

E você? O que quer ser quando crescer?

Anúncios

4 comentários sobre “O que você quer ser quando crescer?

Hello, gostou do post? Então deixe aqui seu comentário. Beijos

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s