Eu preciso voar e me encontrar

eu preciso voar e me encontrar

Eu acredito MUITO no amor. Eu não tenho namorado há algum tempo. Já fui traída sem dar o menor motivo para isso. Já fui traída por insegura de um ex namorado. Já traí por fraqueza minha. Já briguei por ciúmes, terminei por insegurança, já menti para me defender e já namorei sem realmente querer.

Me doei e me entreguei por inteiro e sofri demais. Não me doei e sofri quando percebi que poderia ter me doado mais. Já acreditei em falsas juras de amor e sofri demais. Aprendi muito e tenho muito o que aprender ainda. Quando me toquei que hoje era ‘dia dos namorados’ senti um vazio dentro de mim sem conseguir explicar o porquê. Não aguento mais responder para as pessoas que eu não tenho namorado, mas eu tenho muito amor dentro de mim.

Eu não vejo sentido em estar viva se não for para amar. Mas antes de amar outra pessoa eu preciso me amar, estar leve e confiante em mim mesma. Disposta a compartilhar um pouco de mim e a receber um pouco do outro. Eu juro que eu já tentei e juro que tenho tentado. Às vezes aparecem pessoas sensacionais na minha vida, mas que por razões que fogem ao meu entendimento, não permanecem.

Eu só sei que eu preciso voar e me encontrar. Tem dias que eu faço de tudo para entender a opinião dos outros, mas eu mesma nem me entendo, nem me escuto. Eu preciso me respeitar para, só assim, respeitar o outro. E para o universo eu nem peço muito: um cara leve, que saiba respeitar a minha liberdade e que tenha a mesma, ou mais,vontade de aprender e descobrir que eu tenho.

Você tem fome de quê?

fome

Acho que a fome me define.

Pois sou uma garota com bastante fome.

A minha fome não é só de comida.

Tenho uma fome que vai muito além da comida.

Tenho fome de descobertas.

Tenho fome de conhecimento.

Fome de aprendizado, de amor, de cultura.

Tenho fome de literatura, de viagens, de moda, de beleza, de gastronomia..

Fome de liberdade, de paz, de sonhos.

Acho que tenho fome de tudo um pouco.

Minha fome se resume em um vício.

Sou viciada em alimentos tanto para o meu corpo quanto para minha alma.

E você, tem fome de quê?

Saindo da rotina: Praia de Guarapari 🌊🌞

praia 01

Hello, people!

Quem me conhece sabe do meu amor por natureza e principalmente por praia! Um dos meus maiores sonhos é morar na praia (por favooor, não venha com esse papo de que eu vou me enjoar, o sonho é meu poxaa!) e poder admirar a beleza do mar, o barulho das ondas e manter minha energia recarregada diariamente com luz solar!

São tantas as aventuras que podemos viver na vida! Essa de Guarapari foi com a minha amiga linda (por dentro e por fora) e a família dela. Eu decidi muito de última hora, pois estava com medo de não conseguir cumprir meu cronograma de estudos, de bagunçar minha rotina  e mais um monte de medo bobo. Mas fui.

praia 02.jpg

Curti muito, muito mesmo. Aproveitei cada minuto, cada cantinho e tentei ser por inteiro em todos os momentos. Eu sei que você está aí pensando: “Nossa, mas em Guarapari? Praia de mineiro, muita gente na rua, um conhecido em cada lugar que você vai, todos mundo falando e fazendo bagunça ao mesmo tempo”. Se você quiser pensar que vai ser só mais uma praia vai ser. Mas, se ao contrário, você quiser pensar que vai ser  a praia, ela vai ser também!

praia 03.jpg

Dividi um pouco da minha viagem no meu instagram stories. Aliás, estou sempre dividindo um pouco dos bastidores da minha vida por lá. Para seguir, clica aqui instagram >  @parafrente_fi .

Acho que essa é a verdadeira viagem. Uma viagem com intenção, quando deliberadamente você escolhe sair do automático e tenta ser mais presente a tudo ao seu redor. Ou seja, faz conexões verdadeiras, experimentar a vida com os olhos de turistas, onde tudo parece novo e inspirador e claro, fazer uma pausa da rotina pra recarregar a bateria com mais criatividade e inspiração.

É interessante sair da rotina pra notar a diferença do ver e do olhar na nossa vida.

Então aproveite sua vida e faça uma viagem com intenção para dentro. Independente de qual seja o lugar escolhido: VÁ!

praia 04.jpg