Minha preparação para 1ª fase da OAB – dicas práticas ✅📖✏️

Hello, advogatas!

No post de hoje vou falar sobre um tema muito perguntado por aqui: como EU me preparei para a 1ª Fase da OAB. Aproveitem as dicas, compartilhem esse post com os amiguíneos que estão se preparando para a prova e quem já tiver passado por essa fase pode pular!

Muuuita gente me pergunta como foi minha preparação para a prova da Ordem, qual cursinho que eu fiz e em qual semestre da faculdade eu fiz a prova… Bom, vamos por partes! A primeira fase do XXII Exame eu prestei quando ainda estava no nono semestre, não recomendo gente, acho que tudo tem sua hora e não precisamos ficar nessa pressão toda para passar, mas deu tudo certo! Outra questão é a relativa ao cursinho. Gente, fiz cursinho do CERS, mas eu organizei o meu próprio estudo de acordo com a minha disponibilidade na época, escolhi quais aulas assistiria e então foi tudo questão de organização! Mas vamos ao que realmente interessa!

1- Esqueça livros de doutrina nessa fase! Pessoal, o tempo é curto, é absolutamente impossível você conseguir avançar nos estudos com tantas disciplinas. A dica que eu dou é: localize a sua deficiência e invista em lei seca e resolução de questões!

2- Resolva tooodas as provas anteriores da Ordem, como se estivesse no dia! Na minha preparação resolvi cerca de 2.000 questões. É pra abusar mesmo, você vai perceber que muitas são repetidas! O site que eu recomendo é: http://www.qconcursos.com.br

3- Leia a lei seca! Gente, pelo menos a parte geral das principais matérias tem que estar na ponta da língua. E naquelas que possui mais dificuldade, nem preciso falar, risque o seu código todinho!

4- Por favor! nas duas últimas semanas antes da prova leia, releia e leia de novo o Estatuto da OAB, serão 10 pontos, no mínimo, na sua prova. A importância dela você já sabe que é enorme, né? É fácil, então dá pra fechar!

Repito, não tem segredo! se é isso o que você quer foque nessa prova, e acima de tudo, estabeleça prioridades! Agora é a hora de você passar na OAB, então deixe o resto de lado e FOQUE nisso! Espero mais uma vez ter ajudado vocês! Compartilhem, marquem os amigos, o conhecimento é bom quando é compartilhado! 🙏🏼😉😘 Suceeeesso!!!

Anúncios

O grande segredo para esquecer um amor

amor 01

Hello, advogatas!

Antes de começar o texto, quero compartilhar com vocês que esse blog, antes de falar sobre o mundo jurídico, fala sobre nós, mulheres, e vou postar aqui sobre amor SIM e deixar aflorar nosso lado romântico também!  Eu recebo alguns e-mails semanalmente de advogatas sofrendo por amor (se quiser me contar sua história é só me enviar no fiamavsa@yahoo.com.br )! Ora, mesmo sendo lindas e absolutas, é normal sermos seres humanos comuns e termos nossos corações partidos vez que outra.

Por experiência própria, já tive aquele amor que me marcou mais que tatuagem de presidiário e assim como a tatuagem de presidiário foi um amor difícil. Alguns gostam de classificar esses amores como sendo amores impossíveis de se esquecer. Mas sabe o que eu acho? Esses amores não foram feitos para serem esquecidos, mas superados.

É muito fácil ser iludida. Cair no conto da carochinha. Acreditar que existe amor por trás daquele “bom dia”, “boa tarde” e “boa noite”. Achar que aquele “beijos, beijos” tem algum significado, que aquele me “lembrei de você ouvindo essa música” repleto de nostalgia tem algum significado real. Pensar que a intenção de um “vídeo na praia” num sábado de manhã tem significado.  D O C E   I L U S Ã O.

Tudo isso graças aos benefícios da internet, da facilidade com que as pessoas falam “eu te amo” sem se preocuparem com o significado que essas três palavrinhas têm. É fácil encontrarmos as pessoas certas, com os gostos certos e a rede social  tem se saído melhor que a análise do antecedente criminal do sujeito. É só dar uma olhadinha. Não trabalha no VASP? Não curte Bolsonaro ou Orgulho Hétero? Pronto, está limpo. E não falo só de romance virtual, mas de romances que começam na internet e vão para o mundo físico. De romances que envolvem pessoas certas na hora errada. Ou pessoas erradas na hora certa. Essa postagem é pra você superar qualquer tipo de amor.

Depois que você levou o pé na bunda ou foi obrigada a dá-lo, bate aquele sentimento de confusão. Você fica mais perdida que os vendedores ambulantes em dia de batida policial. Não sabe o que fazer, para onde correr, o que pegar para levar contigo e sempre vai achar que você sente saudade da pessoa com quem estava, mas você não sente saudade dela.

A verdade é que ninguém sente saudade de ninguém. Todo mundo sente saudade dos momentos que essa pessoa proporcionava a você. Duvido alguém falar “ai, eu sinto saudade, porque ele era alto” ou “sinto saudade dele por causa do jeito que ele andava”. Você sente saudade dos momentos felizes, dos risos e de coisas únicas que só aconteciam ao lado daquela pessoa.  Você sente saudade de rir, de desabafar de compartilhar momentos. Nunca da pessoa, mas do que ela representa e do que acontece quando vocês estão juntos.

Não vale a pena gastar energia, saliva, vida e outras coisinhas mais com quem não se importa com você. Não vale a pena investir tempo numa relação que não é recíproca. Não vale se importar com quem te acha substituível. GAROTA, SEGUE  A VIDA! Você tem um mundo lindo te esperando ❤ #Sóvai

Gente madura sabe o que é ser feliz

comportamento (1)

Maturidade acalma. Traz sossego. Nos livra de melindres.

Gente madura olha nos olhos. Não faz chantagem emocional nem sufoca com suas carências.

Gente madura compreende, não cria caso, não age pra atingir nem faz uso de indiretas.

Aliás ser maduro é ser direto, objetivo.

É respeitar a opinião alheia pois quer que a sua também seja respeitada.

É aprender com os erros, ao invés de paralisar com eles.

É ouvir mais do que fala e escutar com atenção, pois é assim que procede o aprendizado.

Gente madura ri de si mesma pois sabe que o sorriso é a chave para muitas portas que a vida nos apresenta!

Sabe que o bom humor é chique, que gente feliz brilha, sem precisar de Sol. E sabe também que alegria de verdade não se forja, se exercita com as próprias dificuldades da vida.

Gente madura sabe o que é ser feliz.

Anda devagar, por que já teve pressa e percebeu que ela não é só inimiga da perfeição.

Gente madura sabe que a pressa faz passar despercebido o que realmente nos ilumina o coração.

No final das contas, Maturidade não significa o quanto você viveu. Significa o quanto você aprendeu 💪❤✌

Outubro Rosa – Prevenção Vital

bc3e4e_61074e5106354616bfadca8df7ab9241-mv2

O tema do post de hoje é muito importante e requer uma atenção especial. O mês de outubro contempla uma campanha de conscientização internacional chamada OUTUBRO ROSA. O nome remete à cor do laço rosa que simboliza, mundialmente, a luta contra o câncer de mama e estimula a participação da população, empresas e entidades.

O objetivo principal é alertar a sociedade, principalmente as mulheres, sobre a importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de mama.

A popularidade do Outubro Rosa alcançou o mundo de forma bonita, elegante e feminina, motivando e unindo povos diversos em em torno da causa. A iluminação em rosa em prédios públicos assume importante papel, pois tornou-se uma leitura visual, compreendida em qualquer lugar no mundo.

PREVENÇÃOÉ recomendado, além do auto exame, que a mulher faça os exames de rotina de acordo com a sua idade. O exame mais adequado — mamografia, ultrassom ou ressonância magnética — será indicado pelo médico de acordo com cada uma. Eles podem ajudar a identificar o câncer antes da pessoa ter sintomas. No Brasil, as orientações para detecção precoce do câncer de mama são:

  • Mulheres de 40 a 49 anos devem realizar o exame clínico das mamas anualmente;
  • Mulheres de 50 a 69 anos devem realizar exame clínico das mamas anualmente e mamografia a cada dois anos.
  • Mulheres com risco elevado para câncer de mama (caso na família de câncer de mama masculino; ter parente de primeiro grau [mãe, irmã, filha] que teve câncer de mama antes dos 50 anos; parente com câncer de mama bilateral (nas duas mamas) ou no ovário, em qualquer idade) devem fazer a mamografia anualmente a partir dos 35 anos.

Confira as recomendações do Instituto Nacional do Câncer

Outra coisa muito importante e que deve ser mencionada é a autoestima da mulher durante o tratamento do câncer de mama. As mudanças físicas durante o tratamento, como a queda do cabelo,  podem ter um grande impacto na forma como a mulher se sente a respeito de si mesma. Fiz um post sobre isso aqui.

Se cuidem. Se amem! Beijos ❤