♫♩♫ Playlist ♫♩♫ para os dias na praia

large.jpg

Hello, people!

Semaninha começando depois de um feriado prolongado dá aqueeeela preguicinha, mas não desanime não! Força e foco, porque temos que saber curtir e saber trabalhar também! Voltei da praia ontem e nada mais apropriado para a época, do que uma seleção especial feita para vocês leitores e leitoras que me acompanham. São músicas de estilos bem diferentes que podem ser tema das melhores baladas com as amigas, introspecção e inspiração olhando o horizonte através do mar ou quem sabe, amores de verão.

Qual música não pode faltar na sua playlist de praia? 😛

Seja sua melhor amiga!

ESTA

Hello, people!

Normalmente, eu uso esse meu cantinho para falar das coisas boas que fazem parte da minha vida: música, filmes, séries, histórias de amor… Mas hoje vou abordar de um assunto um pouco diferente por aqui: a solidão.

Pois bem. Acredito que este tema já fez – ou fará – parte da vida de todos nós em alguma fase: infância, adolescência, adulta e até mesmo na velhice. Decidi falar sobre isso porque todos os temas pertinentes à existência humana fazem muita diferença no despertar da nossa jornada e principalmente porque tem feito parte do que eu estou vivendo agora.

Parece clichê o título deste post, mas me responda sinceramente: Você tem sido seu melhor amigo? É algo a se pensar…

Eu sempre fui bem introspectiva, desde criança eu gostava de ler, escrever, ficar pensando na vida e até mesmo de ficar sozinha, eu tinha o meu mundo paralelo, sabe? E não havia nenhum problema com isso, sempre lidei bem, pois tinha amigo, poucos, mas eu tinha.

Há uns três anos atrás, aconteceu uma coisa que considerei muito ruim na minha vida e que eu realmente comecei a sentir SOLIDÃO. Eu não me encaixava mais no meu “velho” grupo de amigos, o pessoal aqui da minha casa nunca foi muito de conversar e eu não tinha muitos amigos na faculdade.

É estranho, mas eu estava cercada de pessoas o dia todo, mas me sentia sozinha! Foi uma fase horrível e que eu não conseguia entender o que estava acontecendo. Eu me culpava por não ter ninguém e tinha certeza que eu só estava passando por aquilo porque era chata, exigente e estranha demais.

Depois de um tempo, eu já havia conquistado um grupo de amigos e estava tudo bem até que aconteceu novamente! Foi de uma hora para outra, nos afastamos. Dessa vez eu soube lidar com isso de um jeito muito melhor. E assim foram acontecendo esses distanciamentos e eu fui entendendo, aos poucos, o que realmente estava acontecendo e parando de me culpar.

De uma maneira bem difícil eu percebi que a vida é feita de desapegos. Nós não temos nada. As coisas e pessoas estão em constante mudança e isso é excelente! Faz parte do nosso desenvolvimento pessoal não permanecermos estagnados. Nossos gostos mudam, nossos interesses, nossas escolhas e decisões também.

E por não termos sempre aquela velha opinião formada sobre tudo é que nós evoluímos. Ah, e você evoluir não quer dizer que seus amigos vão evoluir também, ou até mesmo o contrário. Então, se vocês não estão mais no mesmo patamar, alguém vai ficar para trás. OK! ISSO É NORMAL! NÃO SE CULPE!

Pensando em tudo isso eu percebi que eu não me sentia sozinha quando não me encaixava em algum lugar, mas eu me sentia sozinha quando não estava bem comigo mesmo.

Portanto, se você conseguir encontrar seu equilíbrio interior nada do mundo exterior conseguirá te  magoar. Só assim você para de precisar das pessoas para fazer o que gosta ou o que quer.

Dessa forma, se você foi o seu melhor amigo te fará exercitar métodos de ser melhor diariamente e de estar na presença de uma pessoa que melhora a cada dia.

Se perdoe. Seja leve. Não julgue. Seja agradável. Seja honesto. Perdoe. MELHORES AMIGOS FAZEM ISSO!

Como estudar para segunda fase da OAB

study

Hello, people!

Esses últimos dias foram de muita correria e gratidão por aqui! Eu encerrei o meu nono período e fui aprovada em todas as matérias sem final (AMÉM!) e fiz a primeira fase da prova da OAB. Agora, mais uma etapa se inicia >> a preparação para a segunda fase!

Fiquei uma semaninha descansando e colocando minha vida em ordem. Reencontrei alguns amigos, passei um tempo com minha família, atualizei essa cantinho, descansei… Enfim, consegui fazer várias coisas! Mas agora estou pronta para voltar  a rotina!

Escolhi fazer a minha segunda fase em direito do trabalho porque é um assunto que eu gosto e porque tenho certa facilidade nessa área. Na maioria das vezes as pessoas escolhem com base nas experiências ao longo da faculdade e em razão de estágios. Eu fiz estágio na delegacia e não tenho paciência NENHUMA para estudar essa matéria hahaha

Minha primeira dica é: NÃO ESCOLHA ALGO FÁCIL – porque nada é fácil –  ESCOLHA ALGO QUE VOCÊ GOSTE E CONSIGA PASSAR HORAS ESTUDANDO SEM RECLAMAR! Isso porque não existe área fácil e área difícil, tudo é relativo às suas experiências com ela.

Eu optei por fazer o cursinho online do CERS, fiz na primeira fase e gostei muito, daí – como a gente não mexe em time que está ganhando – resolvi continuar estudando com eles. Além disso, montei um material com base em provas antigas, daí vou resolver questões, “treinar de peças” e ler o material e a lei seca.

A preparação para a 2a fase, além do prévio conhecimento dos assuntos pertinentes à área escolhida, é necessário muita repetição! Exatamente… repetição! Quanto mais peças forem escritas, estudadas, analisadas, examinadas (artigos legais que se devem mencionar, argumentos intrínsecos, princípios relevantes a destacar etc) maior será sua capacidade de, no momento da prova, ao ler o enunciado, compreender a demanda, identificar a solução e a peça/resposta cabível.

Outra postura muito interessante à preparação para a 2a fase é conhecer as principais súmulas, súmulas vinculantes e jurisprudência consolidada das áreas. Não é necessário gastar horas buscando jurisprudência em sites, até porque as principais serão abordadas nas aulas ou na próprio livro. Alguns Códigos ou Vade Mecuns, específicos por área do direito (e editados em vistas ao Exame de Ordem) já possuem as súmulas organizadas pelo assunto, otimizando a busca na hora da prova e durante a preparação. Dêem uma lida, “gaste” 1 hora ou mais por semana fazendo isso. Quando diante da situação aplicável ao que dispõe hipotética súmula, certamente se lembrará de ter lido algo a respeito. Importante destacar que em Exames passados, considerável pontuação foi atribuída ao candidato que mencionasse simplesmente uma súmula, OJ ou súmula vinculante!

Esse tem sido o meu método de preparação, espero que possa ter contribuído com esta organização inicial e planejamento a curto prazo para sua aprovação no Exame!

Vamos à luta, poooovooooo!

Beijos, beijos e bons Estudos a todos!

Lei da atração na prática

bom dia flor do dia.jpg

Hello, people!

Sabe aquele dia que tudo parece dar errado? Aquele dia que o universo parece te detestar? Acredito que todo mundo já teve um dia desses. O famoso “hoje eu acordei com o pé esquerdo!” E quando isso acontece o que você faz? Continue lendo este post para saber como mudar essa b a d  v i b e.

Não adiantar acordar de mau humor e sair xingando, gritando e maldizendo as coisas por aí, você já deve ter percebido que isso não ajuda em nada. Muito pelo contrário. Quando estamos em um dia ruim e insistimos em permanecer com pensamentos ruins, as coisas só tendem a piorar.

Quando você está estressado e vai tomar café, por exemplo, acaba derrubando a xícara, o que te deixa ainda mais nervoso. Daí você tem arrumar tudo antes de sair de casa e acaba perdendo o ônibus. Para piorar, você continua xingando, de mau humor e quando chega na faculdade para fazer a prova e acaba não tendo um bom desempenho nela. As coisas ruins parecem se multiplicar.

Eu aprendi isso da pior forma possível. Precisei de muitos dias ruins para aprender que não era culpa do universo, mas era minha culpa. Já entornei muitos cafés, perdi inúmeros ônibus, tive um desempenho ruim em algumas provas e várias outras coisas que eu insistia em atrair para mim.

Se as coisas não saem como você deseja não adianta nada se desesperar e nem amaldiçoar a vida.

Tente, ao menos uma vez fazer diferente. Se algo não der certo logo de manhãzinha, RESPIRE, AGRADEÇA e CONFIE que as coisas vão melhorar. Nós sempre podemos ser gratos por algo: vida, saúde, comida, natureza, ar, água, família, amigos, roupas… Então, ao emanar gratidão ao universo por tudo de bom que você tem, ele vai te mandar coisas boas.

Parece clichê, mas: AGRADECER É A ARTE DE ATRAIR COISAS BOAS!

Você atrai o que você emite, então faça um bom dia para ter um bom dia!

Beijos, beijos